POR QUE EU BORDO? – RODRIGO

“POR QUE EU BORDO?” é uma série de textos que começa hoje trazendo as respostas de vocês para essa pergunta. Vamos compartilhar a nossa história com essa técnica incrível, e conhecer as histórias de outras bordadeiras – profissionais ou amadoras. Para participar, envie sua resposta para querobordadologia@gmail.com, escrito POR QUE EU BORDO? no assunto. Teremos texto novo quinzenalmente, sempre às terças feiras.

Vamos lá? Hoje é o dia do Rodrigo contar a história dele.

………..

Mas antes eu quero fazer uma pequena apresentação. O Rodrigo Mogiz é, em suas palavras, um “artista plástico que trabalha com bordados, desenhos, pinturas e colagens. É representado pelas Galeria Karla Osório e Galeria Patrícia Costa.

Passamos pela Escola de Belas Artes da UFMG na mesma época, e desde esses tempos ele já trazia os bordados em seus trabalhos. Alguns anos depois, quando eu já começava a bordar, participei de uma formação conduzida por ele, e as referências conceituais e propostas criativas trazidas foram muito importantes no meu processo como artista bordadeira.

Assim, fico muito feliz que o Rodrigo tenha topado dividir um pedacinho da história dele com as frequentadoras aqui desse humilde site. E ao terminar a leitura, bora prestigiar o trabalho dele dando um pulinho em suas redes.

………………….

POR QUE EU BORDO?

Eu bordo porque via minha mãe e avós na máquina de costura de pedal e resolvi transformar a costura delas em arte.

Eu bordo porque sou artista, mas poderia também ser artesão. E acho que posso ser as duas coisas. Tenho tentado transitar entre me expressar e ornamentar.

Eu bordo porque sou Minas Gerais e na cultura mineira tem muitas bordadeiras e bordadores.

Eu bordo porque é muito bom trocar vivências com quem borda.

Eu bordo porque queria transformar pintura em desenho com linhas e agulhas.

Eu bordo porque sou homem, gay, cisgênero e branco, mas qualquer pessoa pode bordar independente de seu gênero, sexualidade, etnia e cor da pele.

Eu bordo porque queria quando mais novo entender meus afetos e desejos.

Eu bordo porque gosto de desenhar corpos masculinos, bichos, casas, flores e muitas outras figuras.

Eu bordo porque conheci Bispo do Rosário e Leonilson e seus bordados me diziam coisas.

Eu bordo porque depois deles ou até mesmo antes vieram muitos outros artistas que bordam.

Eu bordo porque ainda quero expressar meus sentimentos e ideias.

Eu bordo porque o belo sempre me fez questionar a natureza das coisas.

Eu bordo porque na beleza nem sempre há momentos felizes.

Eu bordo porque eu sempre gostei de cores e antes de bordar eu pintava.

Eu bordo porque imagino a dor do tecido sendo perfurado pela agulha.

Eu bordo porque o tempo do bordado me faz pensar.

Eu bordo porque gosto de fazer as pessoas pensarem.

Eu bordo poque descobri como chegar na memória das pessoas.

Eu bordo porque gosto do movimento da agulha e da linha no espaço.

Eu bordo porque descobri que me interesso por avessos imperfeitos.

Eu bordo porque ele me ensinou muito sobre o avesso de mim mesmo.

Eu bordo….

RODRIGO MOGIZ

………………..

Se você gostou deste texto, manda para alguém que também vai gostar! :)

Esse conteúdo é um oferecimento de BORDADACIONÁRIO – seu guia de pontos do bordado livre!

Para saber mais sobre aula de bordado, CLIQUE AQUI.

Inscreva-se em meu canal no Youtube e me siga em minhas redes! :D

………………….

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s